26/11/2020
EXPOSIBRAM 2020

Ministro elogia postura do setor na pandemia

Na solenidade de abertura da Exposibram 2020 - Expo & Congresso Brasileiro de Mineração, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que o governo federal estabeleceu agenda especial para promover “o desenvolvimento da mineração para o desenvolvimento do País”. Ele se referiu ao Programa Mineração e Desenvolvimento (PMD), anunciado em setembro, com dez planos e 110 metas a serem cumpridas até 2023. “Por este programa queremos mais do que o crescimento da mineração, queremos o crescimento do país”. 

O governo considera os resultados obtidos pela mineração uma comprovação de que o setor tem potencial para prestar suporte ao desenvolvimento sustentável da nação. “Considerando levantamentos até setembro, há resultados que merecem destaque, como o saldo da balança comercial do setor mineral de US$ 20,9 bilhões, alavancado principalmente por minério de ferro e ouro, em um cenário de saldo da balança comercial nacional de US$ 43,9 bilhões; o total de arrecadação para os cofres públicos (pelas mineradoras) de quase R$ 43,5 bilhões, o que corresponde a uma média mensal pouco abaixo dos valores de 2019;  a arrecadação de CFEM (compensação financeira pela exploração de recursos minerais) no 3º trimestre de 2020, de R$ 1,4 bilhão, já supera os valores de todos os trimestres anteriores; o segmento de agregados para a construção civil registrou surpreendente crescimento, mesmo com limitações impostas pela crise da Covid-19, e houve elevação na criação de empregos; e a estimativa de investimentos para o período 2020-2024 supera os US$ 37 bilhões, o que é cerca de 35% superior se comparado ao estimado para o período 2019-2023”, mencionou o ministro.

Ele também ressaltou o desempenho da mineração no período da pandemia da Covid-19, em que as expectativas no Brasil e no mundo estavam fragilizadas: “Felicito o setor por ter se mantido como uma das importantes bases da economia do País, destacando-se como principal segmento dentre os vencedores da pandemia, segundo avaliação do governo federal”. Ele se referiu ao fato de as mineradoras terem conseguido manter a produção e, ao mesmo tempo, tomar medidas eficazes para proteger a saúde dos trabalhadores, fornecedores, bem como de outras pessoas com as quais mantém relacionamento.

As novas políticas públicas para o desenvolvimento da indústria da mineração no Brasil serão apresentadas e debatidas em painel no dia 26 de novembro, às 10h30. Participarão o Diretor-Presidente do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), Flávio Ottoni Penido, e o Secretário da Secretaria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Alexandre Vidigal de Oliveira. 

A Exposibram 2020 acontece entre 24 e 26 de novembro totalmente online e tem 5.500 inscritos, 33 painéis, 31 palestras técnicas, 180 palestrantes, 460 fornecedores participando das Rodadas de Negócios, 250 encontros das Rodadas de Negócios, sete minicursos, 51 estandes virtuais e 48 patrocínios e apoios. “Vamos compartilhar tudo o que o setor mineral tem feito em atendimento às demandas da sociedade em termos de sustentabilidade e segurança operacional, bem como os dados concretos que sinalizam perspectivas bastante otimistas para o setor mineral brasileiro. Tanto da parte das empresas quanto da parte da segurança jurídica para realizar investimentos e negócios de longo prazo aqui no Brasil”, disse Flávio Penido, Diretor-Presidente do IBRAM. 

Wilson Brumer, Presidente do Conselho Diretor do IBRAM, falou sobre o novo momento da indústria mineral: “estamos empenhados em estabelecer novas bases para o setor mineral brasileiro. Estamos construindo o futuro da mineração e a mineração do futuro. São mineradoras, fornecedores, organizações, trabalhadores, profissionais, gestores, executivos, acionistas, consultores, enfim, todos estamos envolvidos nesse esforço. Nesta EXPOSIBRAM, em que esperamos que todos possam traçar muitas parcerias comerciais e trocar conhecimento no Congresso Brasileiro de Mineração, o IBRAM e suas mineradoras pretendem prestar contas do andamento de um projeto iniciado em 2019 e anunciado na última EXPOSIBRAM”. Brumer se referiu ao conjunto das principais metas que estão sendo estruturadas para dar suporte às ações propagadas quando da apresentação pública da ‘Carta Compromisso do IBRAM Perante a Sociedade’. O documento contém compromissos voltados a estabelecer patamares mais elevados de sustentabilidade ao setor mineral em doze áreas. No dia 26/11, às 17h, durante a EXPOSIBRAM 2020, os dirigentes do IBRAM e CEOs de mineradoras associadas irão comentar as novas metas recém-estabelecidas.

Veja também

07/01/2021
FEIRAS | M&T 2021 confirmada para julho
03/12/2020
REJEITOS DA MINERAÇÃO | Uso requer tecnologias inovadoras
24/11/2020
SUSTENTABILIDADE | Bahia realiza I Fórum Regional
19/11/2020
TECNOLOGIAS | Reino Unido realiza fórum na Exposibram
19/11/2020
REJEITOS | Ibram promove webinar sobre uso
10/11/2020
EVENTOS | CBPM e Brasil Mineral convidam
05/11/2020
EMPRESAS DO ANO | Num ano de pandemia, quem são as eleitas?