12/11/2015
HENKEL

Vendas crescem 8,4% no 3º trimestre

“Apesar de um mercado insistentemente desafiador, a Henkel apresentou um sólido desempenho no terceiro trimestre. Houve um aumento significativo nas vendas e nos resultados em todas as unidades de negócios. As vendas orgânicas nos mercados emergentes foram sólidas, mais uma vez oferecendo uma contribuição acima da média ao crescimento. Os mercados maduros exibiram um progresso positivo, especialmente impulsionado pelo sólido desempenho na América do Norte. Nesta região, nossos negócios cresceram pelo terceiro trimestre consecutivo", disse o CEO da Henkel, Kasper Rorsted. As vendas cresceram 8,4%, para 4.590 milhões de euros. Considerando os efeitos positivos do câmbio de 2,3%, as vendas cresceram 6,1%. Organicamente – ou seja, considerando ajustes de câmbio e aquisições/desinvestimentos - as vendas cresceram 3,2%. "Agora esperamos obter um crescimento orgânico nas vendas por volta de 3% em 2015. Continuamos na expectativa de que nossa margem EBIT ajustada aumente aproximadamente 16%, e agora antecipamos um aumento nos lucros ajustados por ação preferencial superior a 10%", comenta Rorsted.

O lucro operacional ajustado da empresa aumentou em 12,3%, de € 693 milhões para € 778 milhões e o lucro operacional reportado (EBIT) cresceu 10,4%, de € 603 milhões para € 666 milhões. O retorno ajustado sobre as vendas cresceu 0,5%, para 16,9%, já o retorno reportado sobre as vendas cresceu 3%, para 14,5%. O lucro líquido ajustado da Henkel para o trimestre, após dedução dos juros não controlados, subiu 11%, passando de € 508 milhões para € 564 milhões. O lucro líquido reportado para o trimestre subiu 9,8%, de € 450 milhões para € 494 milhões. Após dedução de € 10 milhões atribuíveis aos juros não controlados, o lucro líquido trimestral subiu para € 484 milhões (valor do mesmo trimestre do ano anterior: € 440). Os lucros ajustados por ação preferencial (EPS) subiram 11,1%, de € 1,17 para € 1,30. O EPS reportado subiu 10,9%, de € 1,01 para € 1,12.

Nos primeiros nove meses de 2015, as vendas da Henkel somaram mais € 1.413 milhão, o que totaliza € 13.715 milhões, um novo recorde para a Henkel. Isto significa um crescimento de 11,5% na comparação com o mesmo período de 2014. Considerando os ajustes do câmbio, as vendas orgânicas cresceram 6,4%. Organicamente – ou seja, considerando ajustes de câmbio e de aquisições/desinvestimentos, as vendas cresceram 3,1%, com a contribuição das três unidades de negócios.

O lucro operacional ajustado obteve um crescimento de € 267 milhões, subindo de € 1.986 milhões para € 2.253 milhões (+13,4%). O retorno ajustado sobre as vendas passou de 16,1 para 16,4%. O lucro líquido ajustado para os primeiros meses do ano, após dedução dos lucros não-controlados, cresceu 11,9%, de € 1.459 milhões para € 1.632 milhões. E os rendimentos ajustados por ação preferencial (EPS) subiram 11,9%, passando de € 3,37 para € 3,77.

Desempenho das unidades comerciais

A unidade de negócio Laundry & Home Care destacou-se mais uma vez com crescimento orgânico de 5,5% nas vendas. O segmento de Beauty Care registrou aumento de 2,1% nas vendas, enquanto o negócio de Adhesive Technologies cresceu 2,3% no trimestre.

Na América Latina as vendas aumentaram de € 266 milhões para € 280 milhões. O crescimento orgânico das vendas foi de 10,9%. Esta forte melhora no desempenho da região deve-se, principalmente, ao crescimento de dois dígitos do México. Os mercados emergentes continuam em alta. Os países do Leste Europeu, da África/Oriente Médio, América Latina e Ásia (excluindo o Japão), subiram 4,2%, para € 1.994 milhões. Organicamente, as vendas nos mercados emergentes subiram 6,5%, mais uma vez contribuindo acima da média para o crescimento orgânico do Grupo Henkel.

A Henkel prevê crescimento orgânico das vendas no ano fiscal de 2015 de aproximadamente 3%. A Companhia projeta um crescimento orgânico das vendas na unidade de negócio de Laundry & Home Care entre 4 a 5%. Na unidade de negócio de Beauty Care, a Henkel aguarda crescimento de aproximadamente 2%.

Particularmente, por conta da desaceleração do mercado chinês, a Henkel antecipa que o crescimento orgânico nas vendas na unidade de negócios de Adhesive Technologies ficará entre 2 e 3%. A empresa confirma sua projeção do retorno ajustado sobre as vendas (EBIT) e continua prevendo um aumento por volta de 16% (2014: 15,8%), e que todas as unidades de negócios contribuam para essa melhora. A Henkel aumentou sua projeção para os rendimentos ajustados por ação preferencial e agora espera um aumento de mais de 10% (2014: € 4,38).