03/06/2019
CONAMA

Decreto reduz número de membros

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou decreto que estabelece a nova estrutura do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). A partir de agora, segundo o governo, o processo de decisão será mais objetivo e com foco na eficiência e qualidade das decisões acerca das políticas públicas na área de meio ambiente. Serão adotadas também medidas e posicionamentos mais objetivos e mais céleres, prestigiando assim a capacidade crítica e de aprofundamento nos temas mais relevantes. 
 
Com o decreto, o Conama reduz o número de membros dos atuais 96 para 23 – a diminuição baseou-se na manutenção da proporção existente entre os vários segmentos componentes do colegiado e o agrupamento dos Estados. A nova composição será formada por um Conselho de oito representantes do governo federal, cinco de governos estaduais – um de cada região geográfica -, dois de governos municipais, quatro de entidades ambientalistas de âmbito nacional e dois de entidades empresariais. 
 
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, continua na presidência do Conama. A Secretaria Executiva do MMA, cuja participação já estava prevista no decreto anterior, 99.274/90, que foi modificado pelo atual decreto, também permanece no colegiado.
 

Veja também

03/03/2020
CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL | Brasileiros preferem marcas sustentáveis
03/03/2020
MEIO AMBIENTE | Brasil pode ter perdas anuais de US$ 14 bi
17/02/2020
COMPORTAMENTO | Meio ambiente preocupa paulistas
15/01/2020
MEIO AMBIENTE | Governo anuncia Secretaria da Amazônia
10/09/2019
MEIO AMBIENTE | Protocolado pedido de impeachment
14/08/2019
MEIO AMBIENTE | Instituições em defesa do Fundo Amazônia