06/05/2016
COSMÉTICOS

UE libera óxido de zinco da BASF

Após a aprovação da União Europeia do Tinosorb ® A2B como o primeiro filtro UV nano em 2014, a BASF comemora a entrada oficial do óxido de zinco na sua forma nano no anexo VI do Regulamento de Cosméticos do bloco. O óxido de zinco foi aprovado para ser utilizado em filtros de UV em cosméticos na Europa. "Radiação UV é responsável por diversos efeitos fisiológicos na pele. Estes incluem queimaduras solares, aparência prematura de rugas e - com exposição frequente - um aumento do risco de câncer de pele", disse Dirk Mampe, Chefe de Gestão de Negócios de Especialidades de Cuidados Pessoais da Europa.

A BASF oferece o óxido de zinco ao mercado sob sua marca Z-Cote ®. A linha de produto pode ser utilizada para todos os tipos de formulações de cuidado da pele e cuidados com o sol para cosméticos decorativos. Ambas as classes Z-Cote cobrem quase todo o espectro UV, do menor até o mais alto comprimento de onda. O Z-Cote é recomendado especificamente para o cuidado diário da pele e também adequado para a pele sensível das crianças e pessoas com alergias.

Na indústria de cuidados pessoais, o óxido de zinco é conhecido há décadas por suas propriedades benéficas como protetor da pele e sua atividade antimicrobiana. O óxido de zinco é um dos dois únicos filtros UV aprovados para proteção UVA1 em aplicações de cuidados com o sol nos Estados Unidos. Todos os filtros Z-Cote têm sinergia com filtros UV orgânicos e pode ser utilizado para melhorar o desempenho UVA e FPS de um protetor solar.

Toda a gama dos filtros UV BASF foi toxicologicamente avaliada quanto a sua adequação em preparações cosméticas. No entanto, a utilização de filtros UV nano para proteger a pele ainda está sujeita a legislação específica em muitos países. Para a Europa, o próximo filtro microfino UV está pronto para aprovação: Em fevereiro de 2016, o dióxido de titânio recebeu um voto positivo pelo Grupo de Trabalho da Comissão Europeia dos Produtos Cosméticos. A entrada oficial do filtro nano UV no anexo VI do regulamento sobre cosméticos da UE está prevista para o segundo semestre de 2016.

Com o metileno-bis-benzotriazolil tetrametilbutil-fenol (MBBT), outro filtro UV nano está na lista de votação da UE. O MBBT está no mercado sob a marca BASF Tinosorb ® M desde 2000, quando obteve a aprovação como ingrediente UV. Desde então, ele tem sido utilizado em todo o mundo - exceto os EUA - em protetores solares de farmácia para armazenar marcas. No entanto, uma nova aprovação como "nano" foi necessária devido ao novo Regulamento Cosméticos da UE. Em 2015, o Comité Científico da Segurança dos Consumidores (CCSC) publicou um parecer científico positivo sobre MBBT na forma nano. A entrada oficial no anexo VI está previsto para 2017.