13/07/2016
BASF

Ativum é nova opção de fungicida

A BASF acaba de lançar o fungicida Ativum™EC para ajudar o agricultor no combate à ferrugem-asiática e de outras importantes doenças da soja. O primeiro caso de ferrugem-asiática no Brasil aconteceu em 2001, no Paraná. Desde então, a praga já se espalhou em todas as regiões produtoras de soja do Brasil.

O Consórcio Antiferrugem, plataforma de monitoramento da doença no País, identificou, na safra 15/16, 460 focos de ferrugem asiática. Segundo levantamento da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), se o manejo não for feito de forma correta, a ferrugem-asiática poderá causar perdas de 30% na produção brasileira de soja até 2025."Preocupada com a sanidade das lavouras de soja e a produtividade do agricultor, a BASF oferece ao mercado agrícola um novo fungicida foliar, com triplo modo de ação que proporciona um excelente controle de ferrugem-asiática e outras importantes doenças, além de auxiliar no manejo de resistência dos fungos", destaca Elias Guidini, Gerente de Marketing da BASF para a Cultura da Soja no Brasil.

O Ativum™EC contribui para uma produção mais sustentável nas lavouras. "Em áreas demonstrativas, a utilização do AtivumTMEC na safra 2015/2016, combinado a outros produtos BASF, resultou em uma produtividade de 3 sacas a mais por hectare em relação às áreas que fizeram outro manejo”, comemora Guidini. O novo fungicida é indicado também para o controle da ferrugem-tropical no milho, mancha-amarela e ferrugem-da-folha no trigo, entre outras culturas.

 

Veja também