15/01/2020 RIOS

Acre e Madeira próximos da cota de inundação

Pesquisadores em Geociências do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) monitoram a subida de nível da água da bacia do Rio Acre. Em boletim extraordinário no último dia 6 de janeiro, constatou-se que o rio está próximo de atingir a cota de inundação nos municípios de Brasileia/Epitaciolândia e na capital Rio Branco (AC). 
 
Quando o nível do rio passa a cota de alerta, a CPRM elabora três boletins diários. De acordo com Artur Matos, coordenador executivo da CPRM, nas últimas 96h houve um acúmulo expressivo de chuvas na região, principalmente, em Brasileia e Assis Brasil. Em Rio Branco, o nível do rio ultrapassou 13 m; em Xapuri, os 11m e, em Basileia, os 10m.
 
O nível do rio Madeira, em Porto Velho (RO) está em estado de atenção, ultrapassando os 14m. As réguas mediram 14,16m no dia 9 de janeiro. O nível do rio vem crescendo desde dezembro de 2019, por causa das chuvas. De acordo com o engenheiro Hidrólogo da CPRM, Artur Matos, o nível do rio Madeira historicamente sobe até os meses de março e abril. Portanto, a tendência é que o nível continue aumentando nos próximos meses. “Vamos continuar monitorando o nível dos rios”, afirmou. Hoje, o rio está aproximadamente a 3 m da cota de inundação em Porto Velho.
 
Os Sistemas de Alerta Hidrológico implantados e operados pela CPRM têm o apoio da Agência Nacional de Água (ANA), por meio de aporte de recurso para operação das estações telemétricas que compõem os Sistemas, as quais fazem parte da Rede Hidrometeorológica Nacional de Referência - RHNR. 

Veja também

17/02/2020
ÁGUA | Perdas em Limeira caem para 15%
15/01/2020
RECURSOS HÍDRICOS | Prazo para envio de dados sobre uso
16/12/2019
PARAOPEBA | Igam passa a cuidar do monitoramento
16/12/2019
BARRAGENS | Quase 70% têm dano potencial alto
04/12/2019
RECURSOS HÍDRICOS | Lançada Plataforma Água das Américas
08/11/2019
MANANCIAIS | Debate sobre futuro do Jaguari
08/11/2019
AGROTÓXICOS | AL pede analise de presença na água